quarta-feira, 12 de julho de 2017

O Porto





Sei que já venho um pouco tarde, mas desta vez, irei falar em algo diferente daquilo que costumo publicar. Existe uma cidade que sempre que a visito, fascina-me por completo. Tal como o título diz, essa cidade é o Porto. E perguntam vocês, porque disseste que já vinha um pouco tarde? Bem, a verdade é que irei falar num dia em especial: o dia de S. João. E não há melhor cidade, para mim, para festejar este dia, como o Porto. Uma vez que já não é a primeira vez que fui lá, escolhi então falar apenas numa dessas vezes.


Neste dia, eu e amigos meus optamos por ir na parte da tarde, para pudermos visitar um pouco da cidade, em vez de irmos só à noite (por essa altura, é uma grande complicação para estacionar).

O primeiro sítio onde fomos foi à Casa da Música. Mas antes disso, ao irmos estacionar o carro, paramos na festa que se situava na zona do Boavista. Apeteceu-me logo andar naquela roda gigante, mas acabei por não ir porque ninguém quis ir também.



Relativamente à Casa da Música: Naquele dia o restaurante estava fechado à hora que tínhamos ido. Foi o primeiro sítio que quisemos ir, mas acabou por não acontecer. O bar, na parte de baixo era bem apresentável, contemporâneo e estético. No geral, é um espaço chamativo e que dá para passar um bom tempo lá a conversar e a beber/comer. A não ser este espaço, não conseguimos explorar mais nada lá dentro e foi uma pena (também não havia muito que pudéssemos explorar).  

Esta imagem não é da minha autoria.
 
Decidimos ir, depois, a pé, até aos Jardins do Palácio de Cristal. Não façam como eu que, feita tótó, fui de sabrinas (porque estava calor e não queria trazer as minhas sapatilhas, que eram quentes) e estava quase a perder o equilíbrio das pernas de tanto caminhar.



Depois de muito caminhar, conversar e de dar com o martelo na cabeça das pessoas (em que algumas olhavam-nos de lado e outras riam-se e faziam o mesmo), lá chegamos ao Jardim. Já não é a primeira vez que lá vou (pois não, é a segunda), mas desta vez, gostei mais de lá estar.

Na minha opinião, é uma boa zona turística, mas também um espaço onde dá para irmos passear com amigos ou família, sentarmos num dos jardins e estar a conviver e a apreciar a natureza à volta. Além do mais, o ambiente fica mais interessante pelo facto de lá haver pavões, que são criaturas lindíssimas.   

  
Como podem ver na imagem, naquela parte do jardim, tinha uma esfera com martelos, já velhos, pregados à sua volta. Nós podíamos entrar lá dentro e rodopiar. Não, não chegamos a entrar. Limitamos a olhar do lado de fora, porque era mais divertido. 



Depois dos Jardins do Palácio de Cristal, fomos até à baixa. Ao longo do caminho, paramos num sítio, onde estavam pessoas, em convívio e a preparar os grelhadores a carvão, para a noite de S. João. Nesse espaço dava para ver a paisagem inteira do Porto. Infelizmente não consegui tirar um foto em condições por causa das grades que dificultavam. 
A caminhar até à baixa, paramos noutro local: A Igreja dos Clérigos. 


Não sou muito fã de igrejas, portanto, nem me ocorreu tirar nenhuma foto em especial. Para quem gosta deste tipo de monumentos, embora eu não aprecie muito, é um bom sitio para se visitar. 




Fora da igreja, existe um largo enorme, aonde pode observar-se também um pouco da paisagem e também dá para observar do alto, as casas e os caminhos antigos e estreitos, onde, como se pode ver, deu para se notar o espírito do S.João. Por esta altura, os meus pés já estavam mortos de tanto caminhar. 





Por volta da hora do jantar, sentamo-nos nas escadas à beira rio, onde dava para ver a Ponte D.Luís. Ao mesmo tempo que devorávamos o nosso jantar, podíamos ouvir as músicas e ver o ambiente do outro lado da ponte. Ficamos lá um bom bocado sentados a conversar e a apreciar o espírito envolvente.

Depois fomos até à Avenida dos Aliados. Por aquela altura, o frio já se fazia sentir. Tivemos a oportunidade de receber o corneto de morango de graça e acabamos por provar uma bebida tradicional da Madeira (Poncha), ao qual eu a-d-o-r-e-i. 

Quando a noite já tinha aparecido, as ruas já se encontravam cada vez mais cheias. Decidimos ir até ao local onde ia realizar-se o concerto dos GNR, mas não ficamos lá por muito tempo. Andamos às voltas por aquela zona. Estava imensa gente. Parecíamos sardinhas enlatadas.

Esta imagem não é da minha autoria

Com o passar do tempo, a minha parte preferida do dia chegou: O fogo de artificio. 
Estivemos algum tempo à espera, porque atrasou-se. Era suposto ser há meia-noite, mas começou mais tarde. Sem exagero, foi o fogo de artificio que mais gostei de ver em toda a minha vida. A minha parte preferida foi quando começou a "chover luzes" na ponte. Foi mesmo bonito. E depois aquelas músicas de fundo, que eu gostava muito ("Don't You Worry Child" e "Amar pelos dois") ainda tornavam mais espetacular.


Para finalizar a estadia naquela cidade, nada melhor do que comer uma boa fartura com recheio de Kinder Bueno. Estava uma delícia (apesar de ter-me borrado toda a comer).

Concluindo, posso dizer que foi um dia muito bem passado, embora tivesse o problema das sabrinas (se eu pudesse contar as vezes em que os meus pés morreram e ressuscitaram....). O Porto é uma cidade linda, na qual vale a pena ser visitada. Já fui lá tantas vezes e nunca me cansei. Para quem tiver com ideias de ir lá, apenas vá. Vale a pena.
 

P.S.: Era para avisar que tive uns problemas com o Wix.com e tive que mudar para a plataforma blogger. Se quiserem seguir-me, têm aqui o link do blog "The Writer".

12 comentários:

  1. eu nasci no porto. mal vivi lá! fui lá o ano passado, só de passagem, mas gostava de ir mais veses! é uma cidade bonita!

    giveaway no blog, participa ^^
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do post :). Adoro o Porto, nunca me canso de ir lá.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu. Deliro só de estar lá *-*
      beijinhos*

      Eliminar
  3. Que fotografias lindas! Nunca fui ao Porto, mas está na minha lista!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prometo que não te arrependerás de lá ir :)

      Eliminar
  4. ps: Adorei as mudanças aqui no blog :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada & obrigada também pelo elogio as fotos *-*

      Eliminar
  5. Para ser sincera o Porto não me fascina muito :/

    ResponderEliminar
  6. r: já não peço que as coisas voltem a ser como dantes, mas que pelo menos melhorem :/

    ResponderEliminar