domingo, 15 de janeiro de 2017

Bullying


O bullying desde sempre foi um tema que, para mim, sempre me inspirou. Guess why! Porque eu também já passei por isso. Em toda a minha passagem pela blogosfera, desde sempre quis chegar aos outros através da minha experiência de vida que eu, sinceramente, acredito que, se não tivesse passado por isso, seria uma pessoa totalmente diferente do que sou agora. Acho que me fez crescer e me tornou aquilo que eu sou hoje. Fez-me olhar para o mundo de uma maneira diferente do que a criança que eu era antes de sofrer disso. E fez-me ver características em mim que não teria descoberto, caso não tivesse passado por isso. Com isto, pretendo dizer que devemos sempre levar algo de bom das coisas más. Não quero com este post fazer com que as pessoas pensam de mim algo do género "Ela sofreu de bullying? Coitada!". Quero sim que olhem para mim como alguém que está a passar uma mensagem. Uma mensagem de alguém que passou por isso, sobreviveu e está aqui.  

Então, vamos a isso? 



Factos:
  • Não és tão fraca/o como os outros dizem.

Mas ainda assim és um bocado. Não quero parecer ser rude ao dizer isto mas normalmente quando uma pessoa escolhe alguém para gozar é porque vê nela alguma fraqueza ou fragilidade. Caso contrário, não escolheria esse alvo! Eu não quero ofender ninguém porque eu,  ao longo do tempo,  fui-me apercebendo que eu era um pouco assim e isso era o principal motivo para me gozarem. Normalmente escolhem aquelas pessoas que não tem capacidade para se defenderem. Mas acredita que os bullies conseguem ser ainda mais fracos e conseguem ter menos auto estima do que as vitimas. De longe é que eles seriam melhor do que as vitimas!!

  • Quem te trata mal, na verdade também tem inveja de ti!

Na verdade, porque havia uma pessoa tratar-te mal se não tivesses algo que a incomodasse?
Muitas vezes esse "incomodo" vem de algo que se chama inveja! Tens algo que a pessoa não tem, uma característica, como por exemplo: és mais inteligente que essa pessoa e ela não suporta isso. Então trata-te mal!
Não será por isso que quando um bullie vê que tiraste melhor nota que ele, acaba por ficar incomodado ou atira algum comentário despropositado. Isto porque ele não suporta que a "sua vitima" seja melhor que ele. E se ele não quer que sejas melhor que ele e faz de tudo para te rebaixar, é porque sabe, lá no fundo, que és melhor que ele.

  • Quem trata mal os outros tem baixa-auto estima e é também uma pessoa insegura de si!
  • Os bullies normalmente tem problemas pessoais e depois descarregam isso nos "mais fracos"!
  • Bullying não é só gozar e bater! 
A minha professora do secundário sempre disse: Se vocês fazem um comentário e a pessoa leva para a brincadeira, tudo bem. Mas quando ela mostra-se incomodada, pede para parar e vocês não param, então já é bullying!".
Aliás, até mesmo quando estamos a ofender alguém por telemóvel ou pessoalmente, quando nos chateamos com a pessoa, também é bullying.



Dicas: 


  • Acredita que não estás sozinha/o!
O que pretendo dizer é que existe sempre alguém que te apoie e que gosta de ti, mesmo que acredites que estás sozinha. Mas não estás. Tens os teus pais, primos, tios ou até mesmo um/a amigo/a. Por isso, foca-te nessas pessoas. Há sempre alguém que aprecia quem tu és e sabe o que tu vales. Há sempre alguém que sabe que não és aquilo que dizem de ti.
Aliás, tens imensas pessoas que estão a passar pelo mesmo que tu, ainda que para ti pareça que sejas o/a único/a a passar por isso.


  • Acredita que vai passar!


Esta frase parece ser demasiado cliché. Para mim também seria se eu estivesse na época em que estava a passar por isso. Provavelmente dizia à pessoa: Falar é fácil!
Tempos depois vi que realmente isso é verdade. Ao inicio é difícil acreditar. Mas eu digo-te, de coração, que isso vai passar. E quando isso acontecer, o melhor que tens a fazer é tentar deixar isso para trás, aos poucos.
Não se consegue ultrapassar isso tão rápido. Se sentires que precisas de ajuda de um profissional, porque não consegues fazer isso sozinha, então pede ajuda.


Mostra aquilo que vales!

Não sei se já ouviste aquela frase típica que passa algumas vezes em alguns filmes ou até que algumas pessoas dizem e que é a seguinte: "Um dia tu vais estar lá no topo e aquelas pessoas que gozavam contigo, vão estar ali em baixo, a olharem para ti, de queixo caído, e admirados por não te teres rebaixado por elas."
Se és gorda como eles dizem, não importa! Não é por seres assim que isso te vai afetar o teu futuro. O que te vai afetar o teu futuro é atitude que tu mostras perante aquilo que tu és. Já muita gente teve sucesso e era alguém com uns quilos a mais (não falo em casos extremos, como a obesidade excessiva). O que quero dizer é que não interessa se és gorda, se tiveres confiança em ti.
Se és mais feia que as outras raparigas, também não importa. Não é por isso que não vais encontrar a tua alma gémea e não é por isso que não vais arranjar emprego. Mais uma vez falo, que se tiveres auto-confiança, tens tudo!
O quero dizer também com isto é que não te deixes vitimizar por isso e, quando um dia tiveres oportunidade de mostrar que não é um defeito que os outros tanto sismam em julgar, que te vai afectar a tua vida, agarra essa oportunidade e deixa-os de queixo caído.


  • Permanece sempre com esperança.


A minha melhor amiga nos tempos difíceis foi a esperança. Que teria sido de mim sem a esperança!?Acredita que ter fé é ter tudo. Se estiveres sempre com o pensamento que isto é só uma fase e que um dia tudo vai passar e vais conseguir ser feliz tal como mereces, consegues aguentar muito mais do que se tiveres sempre com pensamentos negativos.
Aliás, aquelas pessoas que sempre acreditam acabam por ter o seu prémio, no final.



  • Procura a ajuda de um profissional!


Não ignores se sentires que precisas de ajuda e também não tenhas vergonha disso! Falar com um/a psicólogo/a vai-te ajudar a vários níveis e acredita que te vai fazer evoluir aos poucos sem dares por ela.
Vou dar um exemplo: Não sei se alguém vê ou via a série "Clínica Privada". Nessa série, a psicóloga, a Violet, acompanhava o caso de uma rapariga que tinha sofrido um acidente de carro em que o seu namorado e os pais tinham morrido e ela tinha sido a única sobrevivente. Ela, ao longo das consultas, não conseguia exprimir por palavras, nem admitir aquilo que se tinha passado. Contudo, ao fim de cinco anos de tratamento, ela virou-se do nada, sem estar à espera, sem chorar e com um tom de voz normal, e disse: "Eu sofri de um acidente de carro em que eu fui a única sobrevivente e o meu namorado e os meus pais morreram".
A psicóloga, admirada, pediu que repeti-se novamente. A rapariga assim o fez e no final a psicóloga disse: "Ok, acho que já terminamos, ficamos por aqui!". Ela queria dizer que não precisava mais de tratamento. Porque se ela já conseguia ao fim de tanto tempo admitir e falar em voz alta aquilo que se tinha passado com ela, significava que já tinha ultrapassado aquilo.
Este é um exemplo de como uma psicóloga te pode ajudar a ultrapassar um momento horrível, ou simplesmente ensinar-te a aceitá-lo e não deixar que isso te afecte a tua vida.
Não tenhas vergonha de "andar num psicólogo"! Não és nem serás maluquinha/o por isso! Aliás, é algo terapêutico.







E é tudo, por agora! Espero que tenham gostado e, principalmente, que vos tenha servido de inspiração.

12 comentários:

  1. Sem dúvida que cada frase que aqui escreves-te transmitiu-me força,só tenho uma palavra : Obrigada! Sem dúvida que te apoio a 100% neste teu cantinho, és uma pessoa maravilhosa que merece tudo de bom, tens-me apoiado sempre, só te tenho que agradecer! És a maior, Rafa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até fiquei babada ao ler isto *o*
      MUITO OBRIGADA E NÃO TENS DE QUÊ!!!

      Eliminar
  2. O facto de deixares o teu testemunho e dares, no fundo, apoio às outras pessoas a superarem o bullying com este post já é inspirador :)

    Sigo o blog* Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que ser uns pelos outros 😊
      Obrigada *

      Eliminar
  3. Não consigo compreender as pessoas que se divertem com o sofrimento dos outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. porque como eu disse, são pessoas com fraca auto estima , mas tambem sao imaturas!

      Eliminar
  4. Concordo completamente contigo e com cada dica. Isto é um assunto tão sério e ao mesmo tempo tão estupido por quem o pratica, não dá para entender a cabeça de destas pessoas que se divertem assim...
    r: Está tudo bem sim querida :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se não pudemos evitar que acabe pelo menos podemos ajudar sempre quem sofre por isso para que assim isso não lhe prejudique a vida :)

      Eliminar
  5. r: Espero que corra tudo bem, vais ver que todo esse esforço vai ser recompensado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. até estou demasiado descontraida para quem vai ter um exame ahahah

      Eliminar
  6. dica: há uma função que se chama "ler mais" que faz com que o blogue fique mais organizado e assim, se não sabes o que é pesquisa. espero ter ajudado, beijinhos.

    ResponderEliminar